MONTRA (22.01.2021)
DESCRIÇÃO PREÇO
7143

AÇORES - MEMORIA HISTORICA SOBRE AS ILHAS DOS AÇORES.
como parte componente da
MONARCHIA PORTUGUESA,
com ideas politicas relativas á reforma do
Governo Portuguez, e sua nova Constituição.
Lisboa: Na Offic. de Antonio Rodrigues Galhardo.
Impressor do Conselho de Guerra.
Com licença da Comissão da Censura.
1821

Folheto com 53 págs.+ (1) fl.; 21 cm.
Não tem capa de br,. mas tem um papel da época como proteção.

"(...) A presente Memoria offerece em hum pequeno quadro os acontecimentos mais notaveis das Ilhas dos Açores, a ordem seguida do seu Governo Politico, Militar e Civil; a marcha dos seus progressos na População, na Agricultura, no Commercio, e descreve o caracter dos seus habitantes. Alli apparecem aquelas Ilhas sahindo do Occeano incultas, e sem algum ente vivente: pouco depois povoadas, e cultivadas por effeito de sábias providencias, e leis justas: e depois de as vermos florescentes, e ricas nas primeiras duas partes da memoria, em quanto gosárão da benefica influencia dos seus Monarchas, na terceira parte ultimamente as vemos experimentando com Portugal huma terrivel decadencia com a mudança da Corte para o Rio de Janeiro, pelas desordens praticadas por certa ordem de Valídos, que havião subplantado os mesmos Ministros de Estado, e que abusárão da confiança que nellles punha o Rei prevalescendo- se da impossibilidade em que Sua Magestade se achava de poder saber o que soffrião os seus Vassalos da Europa. (...) " In- pág. VII

50,00 €
7120

ALMEIDA, PALMIRA MORAIS ROCHA DE - DICIONÁRIO DE AUTORES NO BRASIL COLONIAL
2ª Edição, revista e ampliada.
Edições Colibri, 2010.

Capa dura; (4)+ 641+ (2) págs.; 25 cm.

"A análise da produção literária realizada no Brasil ou por brasileiros durante o período colonial mostra um natural enquadramento na literatura portuguesa, mas, progressivamente, vão surgindo obras em que os temas abrangem a realidade brasileira na sua especificidade, dando lugar ao denominado conceito de nativismo ou brasilidade. Nesta envolvente, é perfeitamente aceitável uma visão distinta sobre a componente cultural produzida na colónia ou por seus naturais que, embora sem um estatuto de autonomia, não deixa de apresentar características particulares. Em termos cronológicos, o percurso inicia-se em 1500 com a narração da viagem e da descoberta de um novo território, feita por Pêro Vaz de Caminha, na Carta a El-Rei Dom Manoel sobre o achamento do Brasil, verdadeira certidão de nascimento do país, e culmina nos finais de 1825, quando o padre Inácio José de Macedo, um autêntico luso-brasileiro, proferiu a Oração Gratulatoria, na celebração solene do reconhecimento por parte de Portugal da independência da sua antiga colónia." In- contracapa.

25,00 €
7141

AZEVEDO, MAXIMILIANO D` - EM CAMPANHA E NO QUARTEL.
( Contos e Narrativas Militares )
Lisboa.
Empreza da Historia de Portugal.
Sociedade Editora.
Typographia - 35, Rua Ivens, 37.
1900.

Enc. não contemporânea em sint., com as bonitas capas de br.; 265+ (2) págs.; 19 cm.
Capa de brochura com uma etiqueta colada e com um bocado de fita- cola.
Bom exemplar.

30,00 €
7113

BOCAGE, J. V. BARBOSA DU - INSTRUCÇÕES PRATICAS
sobre o modo de colligir, preparar e remetter produtos zoologicos para o
MUSEU DE LISBOA por...
Lisboa.
Imprensa Nacional.
1862

B.; (6)+ 96 págs.; il.; 24 cm.

"Com a publicação d`estas - Instrucções praticas sobre o modo de colligir, preparar e remetter produtos zoologicos para o Museu de Lisboa, - temos em vista solicitar a coadjuvação de nossos conterraneos para uma obra eminentemente util e civilisadora, qual é a organização em Lisboa de um museu zoologico digno da nossa capital.
A este museu, que esperâmos poder brevemente patentear ao publico no edificio da escola polytechnica, serviram de nucleo as collecções expostas até ha poucos annos em algumas das salas do antigo convento de Jesus, e para ali trazidas em 1836 de umas dependencias do palacio da Ajuda, onde existiam desde muito tempo. (...)" In- Introducção.

25,00 €
7126

BOLETIM OFICIAL DO CONCELHO DE NOBREZA - TÍTULOS
( 1948 - 1998 )
Lisboa - 2000

B.; 1 retrato+ 221+ (2) págs.; 23 cm.
O retrato é de Suas Altezas Reais os Duques de Bragança com seus filhos.

"O presente Boletim do Conselho de Nobreza comemora os 50 anos da sua existência.
Neste trabalho estão incluídos os títulos reconhecidos pelo Conselho de Nobreza aos representantes dos primeiros titulares, estabelecendo para o efeito as respectivas ligações.
Julgo que esta relação familiar, assim apresentada, é fundamental para manter viva a memória de antepassados ilustres que, por mérito próprio e intransigente dedicação a Portugal, possam, ao não serem esquecidos, continuar a serrvir de referencia a todas as gerações que, no tempo, se vão sucedendo. (...)" Dom Duarte, Duque de Bragança.

50,00 €
7158

BORREGO, JOÃO MANUEL BRAZ E NUNO - REBELOS, DE SERNANCELHE E DE MOIMENTA DA BEIRA.
Subsídios para o seu estudo.
S.l. - 2020
.

Enc. editorial, int. de sint. ilustrada com o brasão da família Rebelo na pasta da frente e com os dizeres gravados a ouro; 889 págs.; il.; 25 cm.

63,00 €
3406

BRUNSWICK, W. - DICCIONARIO DA ANTIGA LINGUAGEM PORTUGUEZA
Intercalado com grande número de vocábulos HODIERNOS de OBSCURA SIGNIFICAÇÃO.
Coordenado por...
Lisboa, s.d. ( 1910 ).

Boa enc. de lomb. e cantos em pele, com as capas de br.; 336 págs.; 22 cm.
Capa de brochura da frente espelhada.

Conjunto extenso de vocabulário antigo ou até já inexistente, para elucidação dos estudiosos, coordenado pelo autor.

45,00 €
7142

CAMÕES, LUÍS DE - OS LUSIADAS
Reimpressão « fac- similada » da verdadeira 1ª edição dos Lusíadas, de 1572.
Precedida duma introdução e seguida dum aparato crítico do Professor da Faculdade de Letras Dr. José Maria Rodrigues.
Publicções da Biblioteca Ncaional.
Reimpressões - I

B.; 1 retrato de Luís de Camões+ (6)+ XXXVI págs.- Introdução+ [ (1) fl. de rosto+ (1) fl. da Licença+ 186 fls.]- Fac- simile de Os Lusíadas+ 50 págs. - Aparato Crítico; il.; 25 cm.
Estimada edição em papel de linho por aparar e por abrir.
Bom exemplar apesar de uma ligeira mancha na lombada.

40,00 €
1544

CAMPOS, CORREIA DE - A VIRGEM NA ARTE NACIONAL
Tip. Oficina de S. José.
Braga 1956.

B. de 83 págs.+ 44 grav.s extra- texto; muito ilustrado; 25 cm.
Com uma assinatura de posse no ante- rosto.

" (...) Seguindo critério igual ao adoptado com as - Imagens de Cristo em Portugal, - procede- se ao estudo e classificação das imagens da Virgem, reportando- as aos três grandes períodos ou ciclos, em que, seguramente, a arte religiosa se pode dividir.(...)
Deve observar- se que as classificações assim estabelecidas não têm fronteiras rigorosamente definidas e que há exemplares com caracteres mistos, correspondentes a fases de transição, com avanços e retrocessos. (...)" In- pág. 14.

25,00 €
7115

CANCIO, FRANCISCO - LISBOA DE OUTROS SÉCULOS.
CEM ANOS DE PITORESCO.
Lisboa
Ano de 1940.

B.; 463 págs.; muito ilustrado; 24 cm.

É o 2º vol. da trilogia LISBOA DE OUTROS SÉCULOS.
Os outros 2 volumes são: I- Á Sombra dos Paços Reais editado em 1940 e o III- O Namôro Lisboeta no séc. XIX editado em 1941.

70,00 €
7139

CHAVES, LUIS - O PÔRTO
NA POESIA POPULAR DO NORTE E DO SUL DO DOURO
Edições Marânus.
Porto - 1945
Separata do «Boletim Cultural» da Câmara Municipal do Pôrto, vol. VI - Fascs. 1- 2.

B.; 71 págs.; 24 cm.

" Êste modesto ensaio andava- me há muito na mente, e, já lá vai que tempo, o tinha prometido ao Dr. Magalhães Basto. Cumpro agora a promessa. Não é quanto devia e podia ser. Ante quási a intimação- vero ultimato,- de alguns meses, que o ilustre amigo me fêz para Lisboa, decidi- me a pôr em ordem os elementos colhidos.
Por outro lado queria dedicar ao Pôrto um trabalho meu, não pelo que merecesse o meu esfôrço, mas em virtude do que representassem os valores reunidos. (...)" In- pág. 5

20,00 €
7132

CORREIA, VERGILIO - TRÊS TÚMULOS
Uma arca tumular do Museu de Santarém
Sepultura de Fernão Gomes de Goes, em Oliveira do Conde.
Movimento do 1.º Marquês de Valença em Ourém.

( Desenhos de Alfredo Candido ).
Portugalia, Lisboa - 1924.

B.; 128 págs.+ 14 est. extratexto; il.; 26 cm.
O Autor dedica o livro a Antonio Augusto Gonçalves, Mestre e Amigo.

" O livro Três Túmulos é a primeira tentativa de um estudo sintético da sepulcrologia medieval portuguesa, que aparece no campo da literatura de arte nacional.(...)
Como porêm no meu curso de História da Arte do ano lectivo de 1923- 1924, eu tivesse feito, ao tratar do gótico em Portugal, algumas lições sobre as sepulturas medievaes, entendi de certa utilidade juntar à monografia dos moimentos de Santarem, Oliveira do Conde e Ourem, que já tinha elaborada, uma introdução em que englobasse a materia nova dessas lições. O relato monográfico, parcelar, ficará asssim, e creio que com utilidade geral, enquadrado no movimento plastico que gerouu a conastrução dos três referidos túmulos. " In- "Duas Palavras."

50,00 €
7137

COSTA, B.C. CINCINNATO DA / D. LUIZ DE CASTRO - LE PORTUGAL AU POINT DE VUE AGRICOLE
Ouvrage publié sous la direction de...
Lisbonne.
Imprimerie Nationale.
1900.

Enc. de lomb. e cantos em pele, com as capas de br.; XXXVIII+ 965 + (1) págs.; il.; 31 cm.
Muito ilustrado com vários desenhos, gravuras, fotografias e mapas a cores desdobráveis, sendo as ilustrações apresentadas tanto em página inteira extratexto, como no texto.

Esta obra em francês, sendo o tradutor o visconde H. d`André de Claverie, volumosa e de grande rigor cientifico teve a colaboração de Conde de Ficalho, Paul Choffat, Filipe de Almeida Figueiredo, Julio A. Henriques, Paula Nogueira, Cincinnato da Costa, Larcher Marçal, S. Monte Pereira, Rodrigues de Moraes, Menezes Pimentel, Telles de Menezes, Pedro Roberto da Cunha e Silva, Anselmo de Andrade e D. Luiz de Castro.

" Ouvrage exécuté et publié par ordre de la Grande Commission de Lisbonne organisatrice de la representation portugaise à l`Exposition Universelle de 1900 ."

350,00 €
7112

DAEHNHARDT, RAINER - TOMAR MILENÁRIO
CATÁLOGO DA EXPOSIÇÃO HISTÓRICA
realizada nas instalações do Convento de S. francisco em Tomar,
pela Sociedade Portuguesa de Armas Antigas, com o apoio da Câmara Municipal de Tomar.
Exposição Histórica no âmbito do V Centenário dos Descobrimentos Portugueses - 1988.

B.; 155 págs.; il.; 30 cm.

"Tomar Milenário- não é só uma tentativa da defesa do património histórico e cultural feita por iniciativa desta cidade templária mas é também o oferecimento dum bilhete de identidade a todos que se identificam de alma e coração com o passado português." Rainer Daehnhardt.

25,00 €
7144

ESPREGUEIRA, MANUEL AFFONSO - MEMORIA DESCRIPTIVA DO PROJECTO DE UM PORTO DE ABRIGO EM LEIXÕES.
Lisboa,
Imprensa Nacional, 1874.

B.; 112 págs.+ 1desdobrável no final do livro, com uma Photolithographia de grandes dimensões apresentando o projecto; il.; 23 cm.
Bom exemplar apesar de sinais de alguma acidez e por abrir.
Raro.

"(...) Em relação aos melhoramentos que reclama o importante commercio do Porto, ha geralente duas opiniões. Pensam uns que a foz do rio é susceptível de grandes e importantes modificações, sendo inutil a execução de um novo porto, que alem d`isso julgam de pouco proveito pela difficuldade do seu accesso nos grandes temporaes; outros excluem os melhoramentos do Douro, e querem que se emprehenda a feitura de um grande porto artificial com os estabelecimentos mercantis adequados a um grande trafego.
A opinião que eu julguei dever emittir sobre isto afasta- se igualmente dos dois extremos. Na primeira parte da citada memoria, e resumidamente n`este officio, expuz com a clareza que me foi possível as considerações em que me baseio. (...) " O engenheiro Civil - Manuel Affonso Espregueira.

100,00 €
7122

FARIA, MARIA DA GRAÇA PERICÃO DE. - RESTAURAÇÃO
Catálogo da Colecção Visconde Trindade.
Prefácio do Prof. Doutor Manuel Lopes de Almeida.
Organizado por Maria da Graça Pericão de Faria, Bibliotecária da Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra.
Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra - 1979 (1980).

B.; VIII+ 456+ (8) págs; 25 cm.
Bom exemplar, por abrir.

"(...) Uma época, que tem merecido vasto e diversificado tratamento documental e interpretativo é a que comummente chamamos da Restauração. Entendemos por isto apenas e agora, o transcurso dos anos de 1640 a 1668, do acto da Aclamação ao tratado de paz com a Espanha. (...)
O catálogo é obra de diligência profissional e de afecto respeitoso e íntimo à riquíssima colecção livresca legada à Biblioteca Geral da Universidade pelo Visconde da Trindade" (Dr. Alberto Navarro). "A bibliotecária, Senhora D. Maria da Graça Pericão de Faria, com alto sentido de responsabilidade que lhe pertence na defesa e perseveração daquele excepcional núcleo bibliográfico, sente o dever e desempenha- se com grata actividade na pausada revelação catalográfica de importantes secções do magnífico legado de exemplares únicos, raros e invulgares. Aí está o catálogo da RESTAURAÇÂO a atestar a sua competência de dedicada profissional, bem ordenado na seriação cronológica das espécies, desenvolvido na sua identificação externa, formato e qualidade tipográfica, remissivo às fontes de informação, anotado como a cada uma pertence.(...)" In- pág. 9

30,00 €
4748

FELGUEIRAS, GUILHERME - CANCIONEIRO POPULAR TRANSMONTANO E ALTO- DURIENSE
Comentário, Recolha e Notas de ...
Edição da Revista ‘Ocidente.’
Lisboa , 1966.

B.; 537+ (3) págs.; 25 cm.
São 5450 registos de canções de várias proveniencia , Vila Real, Vimioso, Vinhais, Bragança, Miranda do Douro, Sta Marta de Penaguião, Montalegre, Macedo de Cavaleiros, Valpaços, Mesão Frio, etc , ordenadas por temas.

" (...) É inesgotável manancial, o cancioneiro transmontano e alto- duriense, uma ou outra vez com trovas de sentido vazio ou banal, mas muitas delas talhadas com espontaneidade, graça, engenho natural e singeleza. (...) " In- Nota Preliminar.

55,00 €
7101

FERREIRA, J. A. PINTO - O PORTO E A RESIDÊNCIA DOS FIDALGOS
Subsídios para a sua História.
Ediçõe Marânus.
Porto - 1949.

B.; 77+ (2) págs.+ (1 mapa+ 2 gravs.) em extratexto; il.; 25 cm.
Separata do «Boletim Cultural» da Câmara Municipal do Porto.
Vol. XI - Fascs. 3- 4.

" Para melhor se compreender as razões profundas que puseram em oposição, nos primeiros séculos da nossa nacionalidade, os burgueses do Porto aos fidalgos que de fora queriam vir residir na cidade, convém começar por dar uma ideia da organização da cidade em Portugal durante a Idade Média; e para isto imperativo se torna começar por falar da organização social do mundo europeu, de que o nosso país faz parte integrante.
Destaca- se imediatamente em toda a Europa uma caracteristica dominante: a hierarquia das classes sociais. (...) " In- pág. 5.

45,00 €
3251

FONSECA, QUIRINO DA - MEMÓRIAS E CONFERÊNCIAS SÔBRE HISTÓRIA E ARQUEOLOGIA
Lisboa.
Tipografia Municipal.
1930 (1935)

B. 392+ (1) pág.; il.; 26 cm.
Bom exemplar.

Índice: O Brazão da Cidade de Lisboa; Henrique Lopes de Mendonça; A Obra Colonial de Afonso de Albuquerque; A Arquitectura Naval, na época de Fernão de Magalhães; Em defesa da Caravéla Portuguesa, A Tôrre de Belém, baluarte de artelharia, planeado por D. João II; Saudação a Mr. Pierre de Cénival; Nomes próprios de navios portugueses; Antigos soldos e mantimentos de bordo; A Arte de Navegar - Cartografia e Cartógrafos Portugueses - Os Navios das Descobertas e Conquistas; Pilotos das navegações portuguesas, nos séculos XV, XVI e XVII; Aditamento - Alguns pilotos das navegações portuguesas no séc XVII.

55,00 €
7111

FRANCISCO BARBOSA DA COSTA - MEMÓRIAS PAROQUIAIS: VILA NOVA DE GAIA 1758
Gabinete de História e Arqueologia de Vila Nova de Gaia.
Câmara Municipal de V. N. de Gaia. - 1983

B.; 238 pags.; il.; 24 cm.

"(...) Não procuramos trazer algo de novo aos estudos já feitos mas, tão somente, coligir o que se acha disperso por algumas publicações.
Temos, contudo, consciência de que, nas respostas dadas pelos Párocos de Vila Nova de Gaia, há alguns aspectos que poderão fazer luz sobre pontos obscuros, designadamente, no que concerne ao Bispado do Porto.
As Memórias Paroquiais de 1758 são o resultado das respostas dadas a uma série de questões colocadas aos Párocos do Reino.
E porque não constitue a única iniciativa, importa historiar as que se lhe antecederam e sucederam.(...) " In- pág. 8

25,00 €
7118

GALANTARIS, CHRISTIAN/ MICHEL DÉON - MANUEL DE BIBLIOPHILIE.
DU GOÛT DE LA LECTURE À L`AMOUR DU LIVRE.
Préface de MICHEL DÉON de l`Académie Française.
Paris.
Éditions des Cendres.
1998.

Deuxième tirage.
Dois Tomos; B. dentro de uma caixa própria; 312 págs.+ (3) fls. e 344 págs. + (3) fls.; muito ilustrados; 24 cm.
Como novos

O Primeiro Volume encontra- se dividido em 4 Partes: Typologie, Physique , Théme et Marché.
O Segundo Volume é um " Dictionnaire suivi d`observations sur la Bibliographie et d`une Bibliographie séléctive". A partir da pág. 329 tem um " index des noms cités".
Incontornavel obra para bibliófilos ou para aqueles que gostem de livros.

250,00 €
7094

GAMA, JULIO - DAVID LIVINGSTONE
VIAGENS DE EXPLORAÇÃO
NO ZAMBEZE E NA AFRICA CENTRAL
1840 - 1873

Traducção de...
Porto. Livraria Universal de Magalhães & Moniz- Editores.
1880

B.; XV+ 181 págs.; 19 cm.
Exemplar com as capas sujas mas por dentro está limpo e com uma assinatura de posse no anterrosto.

55,00 €
7138

GONÇALVES, ARTUR - TÔRRES NOVAS
SUBSÍDIOS PARA A SUA HISTÓRIA
por...
Edição da Câmara Municipal de Torres Novas.
Tôrres Novas, 1935.
Companhia Editora do Minho. Barcelos.

B.; 407+ (3) págs.+ 2 retratos e uma planta desdobravel, extratexto; il.; 24 cm.
As ilustrações são recortadas e coladas no livro, como se de cromos se tratassem.
Bom exemplar desta interessante monografia.

45,00 €
7105

LARCHER, JORGE DAS NEVES - CASTELOS DE PORTUGAL
Distrito de Leiria. Desenhos de Armando de Lucena.
Tipografia da Atlântida. Coimbra - 1935.
Lisboa: Imprensa Nacional de Lisboa, 1933;
Juntamente com:
CASTELOS DE PORTUGAL
Distrito de Coimbra. Desenhos do Professor Armando de Lucena.
Tipografia da Atlântida, Coimbra, 1935.

COLEÇÂO COMPLETA - 2 Volumes.

B.; 2 v.: il.; 250 mm.
Únicos volumes publicados dedicados aos Castelos dos Distritos de Leiria e Coimbra ilustrados com desenhos de Armando de Lucena. Estimado

75,00 €
7140

LEITÃO, JOAQUIM - O ATAQUE A CHAVES
( Croquis do terreno do combate pelo Alferes Alberto Braz )
Edição do Autôr.
Typ. da Empr. Litter. e Typographica.
178, R. Elias Garcia, 184. Porto. 1916.

Enc. int. de sint. com as bonitas capas de br. ( com pequeno restauro na capa de br. anterior ); 249+ (6) págs.; il.; 19 cm.
É o nº IX da coleção - Uma Epoca. ( Colleção de volumes abrangendo o movimentado período da vida politica portuguêsa tragicamente iniciado em 1908, subordinada ao titulo genérico).
BOM EXEMPLAR.

"Como bastante documento da fidelidade historica d`este volume, fecha- o um relatorio militar da acção, elaborado e assignado pelo capitão Remedios da Fonseca, Tenentes Victor de Menezes e Saturio Pires, e pelo Alferes Alberto Braz."

40,00 €
7107

LEITE, DUARTE - ÀCERCA DA « CRONICA DOS FEITOS DE GUINEE »
Livraria Bertrand.
Lisboa. 1941.

B.; 269 págs.+ (2) fls+ (1) fl bco+ (1) desdobravel; 23 cm.
Bom exemplar, por abrir.

" A crónica da Guiné, escrita por Gomes Eanes de Zurara no século XV, entrou no seguinte em longo eclipse, do qual só emergiu em 1837 num códice manuscrito da Biblioteca Real de Paris, para ser impressa em 1841. É a única obra contemporânea do infante D. Henrique, onde se narram os seus descobrimentos africanos, e esta singularidade, acrescida de que é a única do século onde se descreve a sua personalidade física e moral, confere- lhe excepcional préstimo, embora sejam escassas as fontes documentais que possam garantir a exactidão da maioria das sua notícias. (...)"

28,00 €
7151

LEITE, JOSÉ - S. J. - SANTOS DE CADA DIA
3ª Edição corrigida e aumentada.
Editorial A. O. - Braga
COLEÇÂO COMPLETA

São 3 volumes, B., sendo o 1º Vol. - Janeiro, Fevereiro, Março, Abril,- 556 págs.; o 2º Vol. - Maio, Junho, Julho, Agosto,- 620+ (1) pág.; 3º vol. - Setembro, Outubro, Novembro, Dezembro- 573+ (1) pág.; 23 cm.

" Quem foi o Santo que tem o meu nome? Qual a história do Patrono desta terra? Qual a vida e a lenda do Santo que se venera em tal igreja ou capela? Quais os principais Santos que celebramos neste dia? De que é que S. Bento é padroeiro? ...
A resposta encontra- a o leitor neste livro. O seu organizador, que durante vários anos foi colaborador habitual do jornal oficioso do Vaticano " L`Observatore Romano", apresenta aqui os principais " Santos de cada dia", tanto pertencentes ao Calendário litúrgico romano, como outros menos conhecidos. (...)" In- Apresentação.

50,00 €
7147

LIMA, ANTÓNIO AUGUSTO PIRES DE - SUBSÍDIOS PARA A HISTÓRIA DE SANTO TIRSO
( Separata de O Concelho de Santo Tirso - Boletim Cultural- Vols. I e II )
Porto, 1953.

B.; 212 págs.; 25 cm.

Separata publicada no ano da morte do Autor.

" Para facilidade de consulta, encontra- se, no fim deste trabalho, um indice alfabético e remissivo organizado pelo Sr. Carlos Faya Santarém."

30,00 €
1023

LIMA, BAPTISTA DE - ALCUNHAS DE GENTE D`ALGO
(do "Livro Velho das Linhagens").
por... Da Associação dos Arqueólogos Portugueses
Curiosas anotações- Comentários e críticas em prol da Fidalguia Portuguesa- Carta de D. João de Castro.

Póvoa de Varzim. Tipografia Camões- Editora - 1949.

B. de 77 págs. + (1) fl; 22 cm.
Ligeiras manchas de acidez nas capas de brochura, de resto bom exemplar.

30,00 €
7114

LIMA. J. A. PIRES DE - MOUROS, JUDEUS E NEGROS NA HISTÓRIA DE PORTUGAL
1940
Livraria Civilização.
Rua do Almada, 107 - Pôrto.

B.; 171+ (12) págs.; 20 cm.
Capas de brochura com pequenas manchas de acidez.
O Autor dedica o livro à memória dos professores Augusto Brandão e Sousa Júnior.

" Em princípios de 1939, no seio da Comissão Organizadora do Congresso Nacional de Ciências da População, tive a honra de propor que um dos temas a versar na 3ª secção fôsse: « Influência dos Mouros, Judeus e Negros na Etnografia Portuguesa».
Logo me encarreguei de o estudar e, durante um ano inteiro de investigação bibliográfica, foi tal a abundância do material colhido, que me convenci depressa da impossibilidade de restringir às trinta páginas regulamentares assunto de tal magnitude.
Resolvi, pois, fazer ao Congresso uma breve comunicação, em que o tema fôsse tratado em síntese e, ao mesmo tempo, redigir êste volume, aproveitando todos os dados colhidos. (...) ". In- Prefácio.

35,00 €
7102

LOBO, FRANCISCO RODRIGUES - CARTAS DOS GRANDES DO MUNDO.
Coligidas por ...
(1612).
Cartas dos Reis, Senhores e Homens Insignes Portugueses,
Tresladadas do Códice do Museu Britânico e Editadas com Prefácio e Notas por Ricardo Jorge.
Coimbra: Imprensa da Universidade, 1934.

B.; XVII+ 112 págs.; 24 cm.

"Ao elaborar a monografia do grande escritor Francisco Rodrigues Lôbo, dei- me à rebusca de quanto em manuscrito jazesse nas bibliotecas consignado ao seu nome. O melhor do respigo foram as Cartas dos Grandes do Mundo, coligidas por Roiz Lôbo. O códice existe naquele repositório de tanta preciosidade literária portuguesa, a biblioteca do British Museum de Londres, que o adquiriu por compra a Tomaz Rodd em 1843; Figanière inscreveu- o e descreveu- o no seu Catalogo dos Mss. Portuguêses existentes no Museu Britanico, 1832. (...)" In- pág. V

20,00 €
7109

MAGALHÃES BASTO, ARTUR DE - A SÉ DO PORTO
NOVOS DADOS DOCUMENTAIS RELATIVOS À SUA IGREJA.
Porto- 1946.

B.; 49+ (2) págs.; 23 cm.
Separata do «Boletim Cultural» da Câmara Municipal do Pôrto, vol. VIII- Fascs. 3- 4.

" Neste Boletim, publicamos em 1940 um primeiro estudo em que utilizamos documentos inéditos relativos à igreja da Sé do Pôrto. (...)
Hoje apresentaremos as notas documentais que então aproveitamos e muitas outras agora propositadamente coligidas e extraídas dos - Livros da Fábrica da Sé - , do século XVI, colecção preciosa, apesar de muito truncada, que se conserva no Arquivo Distrital do Porto. (...)" In- pág. 5.

20,00 €
1818

MAS, SINIBALDO DE (DOM) - A IBERIA
Memoria sobre a conveniencia da união
Pacifica e Legal
de PORTUGAL E HISPANHA
escripta por Don Sinibaldo de Mas,
Ex- enviado Extraordinario e Ministro Plenipotenciario de S. M. C. na China.
Tradusida em portuguez.
Terceira Edição ( Corrigida).
Lisboa- Typographia do Progresso á Boa Vista (Palacio do Conde de Sampaio).
1855.

B. de (2)+ 244 págs.+ 2 retratos litografados de D. Pedro V, de Portugal e de D. Maria Izabel Francisca de Assis, princeza das Asturias+ 2 mapas desdobvs. extratexto; il.; 25 cm.
O exemplar encontra- se brochado com duas folhas de cartolina a fazer de encadernação e tem 2 páginas preliminares, não numeradas e não 4 que o Inocencio menciona.
.
Inocencio, tomo X- p. 35: - "A advertencia do auctor, o prologo (de J. M. Latino Coelho) e a introducção occupam as primeiras 64 pag ; a memoria vae de pag 65 a 117; e as notas, appendices, etc., comprehendem de pag. 119 a 231. De pag. 233 a 242 vem uma nota do editor portuguez (o sr. Carlos José Caldeira), em que põe umas indicações biographicas de D. Sibaldo de Mas. As duas págs. finaes (243 e 244) são de erratas."

75,00 €
7128

MATTOS, ARMANDO DE - PEDRAS- DE- ARMAS DE PORTUGAL
Instituto para a Alta Cultura
Livraria Fernando Machado- Porto
Tiragem de 750 exemplares, numerados e rubricados pelo autor.

B.; 563 págs.+ (2) fls; ,il.; 28 cm.
Muito ilustrado, com fotografias do autor.
Importante documento para o estudo da Heraldica Portuguesa.
Livro raro.

150,00 €
7125

MELO, ALVARO DE AZEREDO LEME PINTO E - AZEREDOS DE MESÃO FRIO
SEUS RAMOS e LIGAÇÔES por...
SEGUNDA EDIÇÃO
Barcelos - 1992

Boa enc. de lomb. e cantos em pele, com as capas de br. e carminado à cabeça; 270+ (2) págs.+ 13 extratextos ( 2 desdvs. ); 26 cm.
Bom exemplar.
Edição fac- similada com algumas correções do próprio autor e com fotografias e gravuras novas.

75,00 €
7103

MELO, FRANCISCO CANDIDO DE MENDONÇA E - DEFEZA DO JORNAL LEGITIMISTA A PATRIA
feita
pelo Redactor do mesmo Jornal
nos DOUS DISCURSOS QUE RECITOU,
perante o
JURY CRIMINAL de LIBERDADE de IMPRENSA,
em sessão de 3 de Agosto de 1850.
Porto: Na Typographia de Faria Guimarães, 1850. S.a.

Brochura com 53 págs.; 20 cm.

Inoc. T. II, nº 668 - "Francisco Candido de Mendonça e Mello - Bacharel em Direito pela Univ. de Coimbra. Tendo previamente seguido a vida militar, foi Alferes de cavallaria, e como tal incluido na convenção de Evora- monte em 1834. (...)
Foi um dos fundadores e redactores do periodico legitimista o - Ecco, -juntamente com os srs. drs. Antonio Joaquim da Silva Abranches e José Antonio Luis Gallo. Separando- se depois d`esta redacção em 1839, emprehendeu por si só outro periodico do mesmo genero - A Verdade, - o qual durou até 29 de Abril de 1840. (...)"

25,00 €
7096

MENDEIROS, JOSÉ FILIPE (MONS.) - TEMAS EBORENSES
I - O TEMPLO ROMANO E A ACRÓPOLE DE ÈVORA
Gráfica Eborense.
Évora, 1960.

B.; 71 págs.+ 6 extratextos; il.; 26 cm.

" Algumas semanas há que foi presente à Comissão Municipal de Arte e Arqueologia e à direcção do Grupo Pró- Évora um arrojado projecto de urbanização do local do Templo Romano, cuja maqueta está patente em Lisboa no estúdio do seu autor, o distinto arquitecto Castro Freire.
Chamo - arrojado - ao projecto, porque de facto pretende modificar toda a estética do local, para fazer avultar dois volumes arquitectónicos: o Templo vulgarmente chamado de Diana e o futuro Hotel a construir mais ou menos no local do Palácio da Inquisição. (...)" In- pág. 5

15,00 €
7154

MONTEIRO, FERNANDO M. MOREIRA DE SÁ - GENEALOGIAS FAMILIARES
( Aditamento ao estudo "Memórias Familiares e Genealógicas" )
I - BORGES BARRETO
das casas de S. João de Macieira, Juste e Ronfe (Lousada).

II - VELHOS
Senhores da Casa da Capela e administradores do vínculo da Santíssima Trindade, em Sernande, concelho de Felgueiras.

Vila do Conde - 2020.

B.; 49 págs.; il.; 30 cm.

18,00 €
7153

MONTEIRO, FERNANDO M. MOREIRA DE SÁ - MEMÓRIAS FAMILIARES E GENEALÓGICAS
( Outros Tempos, Outras Histórias )
Prefácio de Prof.ª Doutora Maria de Fátima Sá e Melo Ferreira.
Porto - 2018

B.; (14)+ 186 págs.; il.; 30 cm.

" (...) FARIA, GUIMARÂES, ANDRADE, REBELO, PEIXOTO - Casas de Recobelo e Marinhão, Morgadio de Laços e Casa de Fundevila.
APÊNDICE: Os Morgadios do Outeiro, em S. Paio dos Arcos e Paçô - Seus instituidores, administradores e a extinção ( a propósito de uma pedra de armas inédita ).
ANEXO I: MOREIRAS, de Louredo e S. Pedro de Ferreira - Um breve ensaio genealógico.
ANEXO II: Sás, da Casa de Sá, em Santa Eulália de Barrosas, Vizela. (...)
OS PARENTES BRASILEIROS DA ACTUAL DUQUESA DE BRAGANÇA: HERÉDIAS DE VASCONCELOS, DO Serro Frio. (...) " In- Índice.

28,00 €
7152

MONTEIRO, FERNANDO M. MOREIRA DE SÁ FERNANDO M. MOREIRA DE SÁ MONTEIRO - SARMIENTOS DE SOTOMAYOR
Apontamentos histórico- genealógicos e a sua descendência no Morgadio do Pazo de Borza em Santa Cristina de Valeixe, em A Cañiza (Pontevedra).
Com a valiosa colaboração de Breogán Amoedo Villanueva.
Euedito - 2015.

B.; 90 págs.; il.; 21 cm.

15,00 €
7155

MONTEIRO, FERNANDO M. MOREIRA DE SÁ - UMA LINHAGEM MEDIEVAL PORTUGUESA
OS SÁS
Vila do Conde - 2020

B.; (4)+ 60 págs.; il.; 30 cm.

18,00 €
6563

NEVES, VÍTOR MANUEL LEAL PEREIRA (DR.) - A ANTIGA VILA DE SORTELHA, ALDEIA - MUSEU DE PORTUGAL
Monografia
2ª Edição
Lisboa - 1991

B.; 101+ (2) págs.; il.; 22 cm.

" Prólogo - Sem pretensões a arqueólogo ou etnólogo mas animado apenas de vivo e desinteressado regionalismo e porque é um caso de justiça falar- se e escrever- se para tornar conhecida Sortelha, propus- me de há muito, elaborar um trabalho, modesto embora, focando especialmente os seus aspectos histórico, arqueológico e etnográfico, matérias tão do meu agrado. (...) "

20,00 €
7157

NO TEMPO DAS FEITORIAS - A ARTE PORTUGUESA NA ÉPOCA DOS DESCOBRIMENTOS
A primeira versão desta exposição foi realizada para o Festival Europália 91 Portugal e apresentada no Museu de Belas- Artes de Antuérpia de 29 de Setembro a 29 de Dezembro de 1991.
MUSEU NACIONAL DE ARTE ANTIGA - 1992
Secretaria de Estado da Cultura.
Instituto Português de Museus.

São 2 vols., B.; 369+ (2) págs. e 295 págs.; muito ilustrados; 30 cm.

" Época de notável renovação da produção artística, marcada tanto pela profunda influência das tradições plásticas flamengas como pela especificidade do olhar português, os séculos XV e XVI são, depois do interesse suscitado pelo público visitante da Europália sobre Portugal, objecto de uma análise alargada e de uma nova exposição.
Ao núcleo exposto em Antuérpia foram agora acrescentadas mais 150 peças, completando- se assim algumas lacunas e, sobretudo, permitindo a visualização dos percursos da criação artística do tempo das feitorias. Neste conjunto, que para esta mostra integra os - Painéis de S. Vicente - de Nuno Gonçalves e as - Tentações de Santo Antão - de Jheronimus Bosch, é justo realçar a importância das colecções de pintura da ilha da Madeira e a ocasião única de as confrontar com os acervos pictóricos coevos, conservados no continente, recriando de certa forma em termos estéticos o panorama visual e as referências a que os nossos antepassados da época dos Descobrimentos teriam tido acesso. (...)" Simonetta Luz Afonso.

98,00 €
7121

PAMPLONA, FERNANDO - MIGUEL ÂNGELO LUPI
Edições Lopes da Silva.
Rua Chã - Porto - 1948

B. com uma sobrecapa ilustrada; 198+ (1) pág.; il.; 24 cm.
Exemplar parcialmente por abrir.
.
" Filho de pai italiano e de mãe portuguesa, nado e criado em Portugal, num clima genuinamente português, Miguel ângelo Lúpi é português pela formação, pelo sentimento, pelos gostos, pelos costumes - e é-o também por metade do seu sangue. (...)
O futuro grande pintor abre os olhos para a luz em Lisboa, numa casa da Rua dos Navegantes, com o número 62, a 8 de maio de 1826, quando vai reacender- se a guerra civil entre miguelistas e pedreiros livres. (...) " In- págs. 7- 8.

20,00 €
7134

PÉREZ- EMBID, FLORENTINO / PABLO TIJAN - CONSTRUTORES DO MUNDO CONTEMPORANEO
Colecção de Biografias, dirigida por Florentino Pérez- Embid.
Com a colaboração de Pablo Tijan.
Lello & Irmão - Editores.
Porto - 1982

Coleção em 4 Volumes de capa dura com sobrecapa ilustrada; 773 págs; 737 págs.; 893 págs. e 870 págs.; il.; 23 cm.

" (...) o propósito inicial de Construtores do Mundo Contemporaneo, em cujos volumes figuram as mais relevantes personalidades que contribuíram para que o mundo seja como é, e como será no próximo futuro.(...)
Tendo em conta a seriedade selectiva e a competência dos colaboradores, torna- se evidente que esta obra será acolhida como um contributo decisivo e necessário à difusão da cultura e ao exacto conhecimento das personalidades que, desde os fins do século XVIII até ao nosso tempo, mais se distinguiram no mundo civilizado." In- badana

75,00 €
7156

PÉREZ, XOSÉ CARLOS VALLE - DO TARDO-GÓTICO AO MANEIRISMO. GALICIA E PORTUGAL.
Coordinación: ...
Fundación Pedro Barrié de la Maza - Fundação Calouste Gulbenkian. (1995)
Enc. editorial int. em tecido preto, com falta da sobrecapa ilustrada; 423 págs.; muito ilustrado; 28 cm.
Edição luxuosa com o texto bilingue em Galego e Português.

"As relações artísticas galaico-portuguesas, lógicas dada a contiguidade existente entre os territórios meridionais da Galiza e os setentrionais de Portugal, não foram uniformes ao longo dos séculos. Circunstâncias de ordem muito diversa- políticas, económicas, religiosas- favoreceram-nas em certos casos, atenuando-as noutros. (...) Este projecto nasce no âmbito do convénio de colaboração cultural que as Fundações Pedro Barrié de la Maza e Calouste Gulbenkian assinaram em Maio de 1990. Pressupõe, contudo, um avanço qualitativo muito importante em relação às iniciativas programadas anteriormente ao seu patrocínio: é a primeira actividade empreendida conjuntamente entre as duas Fundações, implicando também, no caso da exposição, a deslocação das obras originais, e não só de reproduções fotográficas, como acontecia até à data. (...)
A dupla iniciativa que hoje nos ocupa- livro e exposição-, cuja materialização foi confiada a um selecto grupo de estudiosos, quatro galegos e quatro portugueses, os doutores José Figueira Valverde, José Manuel Garcia Iglesias, José Carlos Valle Pérez e Maria Dolores Vila Jato, no primeiro caso, e Pedro Dias, Rafael Moreira, Paulo Pereira e Vitor Serrão, no segundo, e a dois afamados fotógrafos um galego Xurxo S. Lobato, e outro português Luis Filipe Oliveira, pretende fundamentalmente servir de ponto de encontro, resumir no essencial um estado de questão. (...)" Pedro Tamen.

30,00 €
7129

PIMENTEL, ALBERTO - OS AMORES DE CAMILLO
( Dramas intimos colhidos na biographia de um grande escriptor )
1899
Empreza Litteraria Lisbonense.
Libanio & Cunha - Editores.
Lisboa.

Enc. da época de lomb. em pele, com as capas de br.; (4)+ 1 estampa (Camilo Castelo Branco desenho de Rafael Bordalo Pinheiro)+ XII+ 435+ (4) págs.; 23 cm.
BOM EXEMPLAR, aparado e carminado só à cabeça.

"(...) Entre todos os que no norte do paiz se distinguiam pelo seu alto valor intellectual quando eu entrei na mocidade, avultava Camillo, cujo espirito inexgotavel como o de Balzac e Dumas Pai, cuja penna fazia lembrar um diamante farpado, e cuja vida era um drama de amor.
(...) Farei um livro do meu tempo, orientado pelos exemplos extranhos, e até pelos de casa: hajam vista as Memórias de Garrett por Gomes de Amorim, e as Memorias de Castilho por seu filho Julio. Farei um livro que talvez eu só, por ter vivido largos annos na intimidade de Camillo, poderia fazer. Farei, finalmente, um livro que completará O Romancer de um Romancista, e que prestará não escasso subsídio aos criticos, aos biographos, aos romancistas e aos dramaturgos do futuro, a quem a individualidade de Camillo ha de impressionar decerto muito mais ainda do que aos seus contemporaneos.(...)" In- Prefacio.

50,00 €
7160

QUEIROZ, EÇA DE - A ILLUSTRE CASA DE RAMIRES.
Porto.
Livraria Chardron. 1900.

PRIMEIRA EDIÇÂO.

Enc. int. de sint. da época, sem as capas de br.; (4)+ 542 págs.; 19 cm.
Com uma assinatura de posse na parte superior da 1ª página.
Bom exemplar. Raro.

250,00 €
7148

RAMALHO, M. COSTA - COIMBRA
ROTEIRO ILUSTRADO
Com um Prefácio- Evocação do Professor Doutor A. da Rocha Brito.,
Edição do "Guia de Portugal Artístico."
Lisboa, 1936.

B.; 129 págs.; muito ilustrado; 24 cm.
Exemplar com um bonito ex- libris heráldico.

Capa de Afonso Rasteiro, desenhos de Costa Teixeira, D. Diogo Reriz e Dr. Feliciano Guimarães; fotografias de António Augusto Gonçalves e reproduões fotográficas do sr. Prof. A. da Rocha Brito.

25,00 €
7136

SANCHES, J. DIAS - O CAÇADOR E O CÃO DE CAÇA
RAÇAS DE CÃES DE CAÇA. ENSINO DO CÃO. HIGIENE. TEORIA DO CAÇADOR. LEI E REGULAMENTO DA CAÇA.
Livraria Popular de Francisco Franco.
Lisboa.

Enc. nova de lomb. e cantos em pele, com as capas de br. e aparado só à cabeça; 119 págs.; il.; 17 cm.
Com uma assinatura de posse no frontispício e com um restauro na capa de br. da frente.

"...apenas venho repetir e relembrar, aquilo que por mestres estrangeiros está aconselhado, para a vida não só do caçador, como do seu inseparável companheiro que é o cão.
Como disse já, em português muito pouco há publicado sôbre o assunto, mas o pouco que há, merece o nosso maior regosijo por que a- pesar- de tudo, ainda houve quem se aproximasse do tinteiro para escrever algumas informações, notícias e subsídios, não só da canicultura como dos interêsses do caçador.(...)" In- Duas palavras explicativas.

95,00 €
6839

SANTOS, LUÍS REIS - ESTUDOS DE PINTURA ANTIGA.
Edição do Autor, 1943.
Lisboa.

Boa enc. de lomb. e cantos em pele, com as capas de br.aparado só à cabeça; XI+ 334+ (1) pág.+ 60 est. extratexto; il.; 26 cm.
Tiragem de 500 exemplares numerados e rubricados.
Este exemplar está numerado mas não rubricado.
Com um índice onomástico, um índice toponímico, um índice bibliográfico e ainda um índice iconográfico, além do índice geral.
Bom exemplar.

150,00 €
7146

SARMENTO, IGNACIO PIZARRO DE M. - MEMORANDUM DE CHAVES
Relativo aos Acontecimentos do Mêz de 1846
Por
Ignacio Pizarro de Moraes Sarmento - Fidalgo Cavalleiro da Casa de S. M. F. Commendador de Santa Marinha de Lisboa, da Ordem de Christo, Morgado de Bóbada, etc. etc, etc,
Porto, S.d.

B.; (1) fl+ 80 págs.; 17 cm.
Impresso em papel de linho, com as cap0as de br. e por aparar.
Bom exemplar. Raro.

Inoc. no T. II, pág. 214 diz que o autor "nasceu em Bobeda, comarca de Bragança a 22 de Novembro de 1807". E na pág 215, do mesmo Tomo II, com o nº 85 descreve esta obra " Porto. Typ Comercial 1846. 8º de 80 pag. "
O exemplar que aqui apresentamos tem mais uma folha no início, não numerada que é uma apresentação da obra assinada por J. C. Mendes que Inoc. não menciona.

alem das 80 págs

45,00 €
7130

SILVA, MARIA JÚLIA DE OLIVEIRA E - FIDALGOS - MERCADORES NO SÉCULO XVIII
DUARTE SODRÉ PEREIRA.
Prefácio por Jorge Borges de Macedo.
Temas Portugueses.
Imprensa Nacional Casa da Moeda.

B.; 445 págs.; 24 cm.

" Acabámos de traçar, nos seus elementos, tanto quanto possível, fundamentais, a vida e a acção de Duarte Sodré Pereira: fidalgo, que ocupa diversos cargos administrativos e, simultaneamente, desenvolve uma actividade comercial, sem deixar de ser também um proprietário rural.
Como servidor do rei, começa muito novo (com 14 anos) a prestar serviços na ilha de S. Miguel, onde chega a capitão de infantaria, na metrópole, inicia, na marinha de guerra (como «soldado»), uma carreira que cumpriu sempre «com satisfação», ocupando os lugares e postos de maior confiança. Era capitão de mar e guerra quando, em 1703, é nomeado governador da ilha da Madeira; cargo onde era necessário uma pessoa em que concorressem as «collidades que se requerem para acudir as couzas da guerra e pas». E, Duarte Sodré, pela experiência que tinha, era a pessoa indicada. Na Madeira, em Mazagão e em Pernambuco actua de forma que «houve sempre muito que louvar no seu procedimento» (...)" In- pág. 157

20,00 €
5257

SILVA, RICARDO ESPIRITO SANTO & HYDE, J. A. LLOYD. - PORCELANA DA CHINA AO GOSTO EUROPEU.
Aguarelas, desenhos e descrição das peças por Eduardo Malta.
Edições R.E.S.. Lisboa, 1956.
Casa Bertrand (Irmãos) Lda. Lisboa.

In - fólio gr. de 119+ 1 pág.
Belo álbum de arte, impresso em papel muito encorpado e ilustrado com estampas nas páginas de texto e 44 a várias cores, todas impressas em extratexto, sendo algumas destas de página inteira. As gravuras retratam, na sua maioria, peças de porcelana chinesa desenhadas pelo grande pintor Eduardo Malta. Edição já hoje muito rara com uma tiragem de 350 exemplares numerados e assinados pelo pintor. Encadernação editorial em tela amarela com uma bonita sobrecapa ilustrada.
Uma das mais estimadas e procuradas peças da bibliografia artística portuguesa.

450,00 €
7046

SIMÕES, JOÃO GASPAR - EÇA DE QUEIROZ
O HOMEM E O ARTISTA
Edições Dois Mundos.
(Livros do Brasil, Lda. - Lisboa / Livros de Portugal, Lda. - Rio )
Lisboa, Junho de 1945.

PRIMEIRA EDIÇÂO
Boa enc. de lomb e cantos em pele, com as capas de br. e aparado só à cabeça; 668+ (4) págs.+ 16 gravs. extratexto; il.; 23 cm.
Enriquecido com uma dedicatória manuscrita do autor dirigida a Pedro Homem de Melo.


"(...)Aliás, em todo êste estudo, para que reuni, estou certo, a maior soma de elementos até hoje conseguidos, o rigor, a exactidão e a fidelidade crítica nunca foram traídos. Recorri a múltiplas fontes, tive preciosos auxiliares, fundamentei tôdas as intuições e interpretações que o estudo da obra e da personalidade de Eça de Queiroz me sugeriu. (...)
Principiado em 1943, aparece êste trabalho no ano do primeiro centenário do nascimento de Eça de Queiroz. Será a modesta contribuição de um homem livre para a homenagem a prestar a um mestre de liberdade intelectual. (...) " J. G. S.

90,00 €
7123

THIERS, M. A. - HISTORIA DA REVOLUÇÃO FRANCEZA
por M. A. Thiers
Da Academia Franceza.
Vertida em Portuguez.

Lisboa. Na Typ. de L. C. da Cunha. Costa do Castello nº 15.
1844.

Coleção em 6 volumes; enc. da época de lomb. em pele; VI+ 767 págs.+7 gravs. extratexto/ 756 págs.+ 6 gravs. extratexto/ 713 págs.+ 6 gravs. extratexto/ 687 págs.+ 4 gravs. extratexto (falta 1 grav. na pág. 607)/ 622 págs.+ 4 gravs extratexto/ 692 págs.+ 4 gravs. extratexto; il.; 20cm.
Todos os exemplares com um pequeno carimbo de posse no frontispício.

" (...) Finalmente a excellente obra de M. Thiers pelas considerações philosophicas que encerra; vivesa e propriedade na descripção dos caracteres; e analyse judiciosa dos factos, merece ser por todos lida e estudada, e deu a seu author um distincto lugar entre os Fantin Desodoarts, Mignets, e outros escriptores que tractaram do mesmo assumpto com philosophia e criterio. Pelo que diz respeito á versão, persuadidos, como diz o erudito António dos Santos, de que o traductor não é imitador, nem paraphrasta, senão um fiel copiador e retratista procurámos ao menos apresentar as idéas, e os factos com a possível fidelidade e claresa, já, por mingoa de sciencia, nos não foi possivel imitar o author no rigor e bellezas do estillo, que tanto realce dão á sua obra." In- Prologo do Traductor.
Uma traducção que reuna á elegancia e puresa de linguagem, a exacção nos factos e pensamentos, é empenho mais fifficil do que geralmente se suppõe; e por isso diz Filinto Elísio que - pintar ao vivo os pensamentos de outrem, é como segunda creação dos mesmos pensamentos."

240,00 €
6366

VASCONCELOS, MANUEL DE - A VILA DE CANAVESES
Notas para a sua História.
Imprensa Nacional de Lisboa.
1935
Com prefácio de J. Leite de Vasconcellos.

B.; VIII+ 106 págs.+ 11 gravs. extratexto; il.; 26 cm.
Com manchas de água mas perfeitamente legivel.
Monografia rara, com um preço condizente com o estado do livro.

" (...) Na Casa e quinta do Souto, do concelho a que me refiro, entabolei relações, no último decénio do século XIX, com o S.or D.or João de Vasconcelos Carneiro e Meneses, pai do autor da monografia, e pessoa muito inteligente, de nobres qualidades, e votadíssima a investigações práticas de Arqueologia, que lhe deram o conhecimento directo de todos os castros e monumentos dos concelhos de Marco de Canaveses ( familiarmente diz- se do Marco ), Baião, e Rèsende. Apresentára- me a êle Manuel Nicolau Osório Pereira Negrão, senhor da Casa e quinta de Mosteirô, seu íntimo amigo, padrinho de Manuel de Vasconcelos, e meu primo por afinidade, e outrossim grande amador de cousas antigas, como João de Vasconcelos. (...) " In- Prefácio de J. Leite de Vasconcellos.

25,00 €
3979

VIEIRA, CAZIMIRO JOSÉ (PADRE) - O VIMARANENSE
e o Padre Cazimiro ou a LIBERDADE LIBERAL
em 14 de Janeiro de 1871.
Braga, 1871

Brochura com 53 págs; 21 cm.
Exemplar por abrir.

" Snr Redactor - Tocou finalmente o cumulo da maldade esse systema impio e detestavel, chamado constitucional, ou liberal, engendrado no inferno e posto cá na terra em pratica pelas abominaveis seitas maçonicas, para os seus adeptos se encherem de dinheiro á custa do suor dos outros e satisfazerem á vontade e impunemente suas paixões brutaes. (...) " In- Protesto Catholico.

20,00 €
7159

WILSON, BARRY - AUSTRALIAN MARINE SHELLS
1993 - Odissey Publishing.

São 2 volumes dentro de uma caixa própria. Br. de capa dura; 408 págs. e 369 págs.; muito ilustrados; 31 cm.
Os livros estão novos.

"Australian Marine Shells - is a twovolume set which describes and illustrates over 2,400 species of Australian Marine Prosobranch Gastropods. Popular families like the cowries, murex, cones and volutes are given comprehensive treatment. With over 100 stunning colour plates photographed by Patrick Baker, 600 line illustrations drawn by Carina Wilson, and colour photographs of live animals, these beautiful books make an invaluable addition to the library of the shellcollector, marine scientist and naturalist.
Vol. I describes and illustrates gastropod species from the limpets through to the parasitic eulimids, and includes information on geographic distribution, habitat and synonymies. The volume presents an introduction on collecting and preserving shells, biology and nomenclature.
Vol. II deals with the neogastropods from the murex shells to the turrids. Both books contain a substantial index and cite many references to studies on the taxonomy and biology of Australian gastropods. "

40,00 €
6820

ZÚQUETE, AFONSO EDUARDO MARTINS ( DR. ) - ARMORIAL LUSITANO
Direcção e coordenação de...
O seu texto foi estabelecido com a colaboração de António Machado Faria ( da Acad. Portuguesa de História )
Desenhos de: João Carlos e J. Ricardo da Silva.
Direcção técnica de: João de Sousa Fonseca.
Copyright by ditorial Enciclopédia Lda.
Lisboa- Portugal (1961).

PRIMEIRA EDIÇÂO

Enc. editorial em branco; 733 págs.+ 19 extratextos com brasões a cores; muito ilustrado; 26 cm.
Exemplar com ligeiro defeito na lombada e com vestigios de acidez nas capas.

" Resolveu a Editorial Enciclopédia, Lda. reunir em volume, com o nome de Armorial Lusitano, as notícias relativas à origem dos apelidos das famílias nobres, que, acompanhadas das respectivas armas, se publicaram nos volumes da primeira parte da Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira, pedindo- nos que revíssemos a matéria, trabalho necessário, porquanto, além dos erros tipográficos, havia, também troca e falta de algumas gravuras. (...) " In- Explicação Prévia por António Machado Faria.

70,00 €


    ENVIO DE ENCOMENDAS:
       - As encomendas serão enviadas contra-reembolso, salvo acordo em contrário.
       - As despesas do envio são por conta do cliente.
       - Para o estrangeiro enviamos factura pró-forma, seguindo as obras após a recepção do seu pagamento.
 

Página produzida pelo programa CaTema, de AFAsoft          © 2009 António F. Amorim